Consultoria em estudo de viabilidade econômico-financeira

Descrição

O que é

Um Estudo de Viabilidade Econômica e Financeira é fundamental, tanto para projetos relativos à criação de uma nova empresa, quanto para projetos de uma empresa já em atividade e que necessite de avaliar um futuro projeto de investimento a realizar e qual o seu impacto na empresa.

O Estudo do Mercado possibilita a definição e projeção da demanda e preços, mensuração dos indicadores de retorno (TIR), valor presente líquido (VPL) e tempo para retorno do investimento (Payback).

 

Resultados esperados

Ajudar o empresário a avaliar o plano de investimento a ser realizado, demonstrando a viabilidade ou inviabilidade do projeto.

 

 

 

Descrição

Ao planejar a abertura de um negócio ou aumentar uma área no portfólio de uma empresa, existem vários questionamentos e dúvidas a respeito de sua viabilidade. O Estudo de Viabilidade Econômico-Financeiro auxilia o empreendedor a tomar decisões mais embasadas quanto à estrutura de capital a ser montada (financiamento próprio ou terceirizado – ex.: bancos), a partir de indicadores como o retorno anual da empresa (TIR), o valor presente líquido (VPL) e o tempo para retorno do investimento (Payback). Considerando as incertezas do mercado é também realizada uma análise de risco, visando aproximar ao máximo o trabalho realizado ao futuro do empreendimento.

  • Plano de Negócio

  • Projeto de Financiamento (Banco da Amazônia, AFEAM, Banco do Brasil, BNDES)

  • Projeto de Subvenção Econômica

  • Projeto de Responsabilidade Social e Ambiental – Fundo Amazônia (BNDES)

  • Projeto para o Programa Sustentável do Banco do Brasil: Des. Regional Sustentável - Cooperativas

  • Projeto Prêmio FINEP

 

O Plano de Negócios

“É um documento que contém a caracterização do negócio, sua forma de operar, suas estratégias, seu plano para conquistar uma fatia de mercado e as projeções de despesas, receitas e resultados financeiros” (Salim e Hochman).

Público-Alvo: Empresas de todos os portes, Instituições de Ciências e Tecnologia (públicas e privadas), e as Cooperativas com sede no País.

O Plano de Negócios deve responder:

Qual é o meu negócio? / Onde quero chegar? / O que vendo? / Para quem vendo?

Que estratégias serão utilizadas? / Como conquistar mercado? / Quais são os fatores críticos de sucesso? / Quanto vou gastar? / Que retorno terei sobre meu investimento?

 

Estrutura geral do Plano de Negócios

  • Sumário Executivo;
  • Norteadores Estratégicos: Negócio, missão, visão e valores;
  • Produtos e Serviços;
  • Análise do Mercado;
  • Estratégia do Negócio;
  • Gestão do Negócio;
  • Planejamento Financeiro.

 

A escrita de um Plano de Negócios tem várias finalidades: Atrair Investidores, Sócios, Parceiros ou Colaboradores; é um instrumento de Planejamento Estratégico de, no mínimo, 5 anos; é orientador do rumo que a empresa está tomando em um ambiente competitivo no segmento em que atua; nivela a visão de futuro do empreendimento para todos os envolvidos.

A CETRO está preparada para escrever o seu Plano de Negócios!

 

Projeto de Subvenção Econômica

A subvenção econômica pode ser definida como o compartilhamento dos custos e riscos da pesquisa e desenvolvimento (P&D) entre empresa e Estado. Seu uso está previsto no artigo 8º do acordo da Organização Mundial do Comércio (OMC) até 75% do dispêndio total, inclusive os investimentos fixos, e é o recurso mais usado por todos os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e por vários países emergentes bem sucedidos.

O objetivo

Promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do país.

Essa modalidade de apoio financeiro consiste na aplicação de recursos públicos não reembolsáveis (que não precisam ser devolvidos) diretamente em empresas, para compartilhar com elas os custos e riscos inerentes a tais atividades.

O marco-regulatório que viabiliza a concessão de subvenção econômica foi estabelecido a partir da aprovação da Lei 10.973, de 02.12.2004, regulamentada pelo Decreto 5.563, de 11.10.2005 (LEI DA INOVAÇÃO), e da Lei 11.196, de 21.11.2005, regulamentada pelo Decreto no. 5.798 de 07 de junho de 2006 (LEI DO BEM). Esse novo cenário é vocacionado para a promoção da inovação nas empresas no país e tem na Finep, empresa pública vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia, seu principal agente.

 

Projeto de Financiamento

FUNDO CONSTITUCIONAL DE FINANCIAMENTO DO NORTE – FNO - É um dos Fundos Constitucionais criados pela CF de 1988, que estabeleceu em seu artigo 159, inciso l, alínea “c”, a obrigação de a União destinar 3% de arrecadação do IR e IPI para serem aplicados no financiamento das atividades econômicas desenvolvidas em bases sustentáveis na Região Norte. É operacionalizado pelo Banco da Amazônia S/A.

Público-Alvo: empreendimentos com o objetivo de gerar lucro não rurais – indústria, serviço, comércio, turismo, de todos os portes.

Parceiros

Quem Somos

A Cetro Consultoria e Assessoria em Gestão Ltda.-M.E. no seu Plano de Negócios transforma sonhos em realidades e viabiliza negócios, por isso nos seus 18 anos de atuação tornou-se expert ...

Leia mais

Contato

Entre em contato conosco através das informações abaixo:

  • cetro@cetroassessoria.com.br
  • (92) 3657-9964 / 3307-9962
  • (92) 8114-8312 (TIM)
  • (92) 9212-8312 (VIVO)
  • R. Brig. João Camarão, 226, D.Pedro